Conceber Design Gráfico

Toda empresa, profissional liberal e até mesmo pessoas que trabalham como autônomos, devem ter um bom logotipo aplicado a uma identidade visual adequada que represente seu posicionamento, missão, visão, valores, conceitos e ideias que estejam ligados a algo que se faz ou propõe-se a oferecer para o mercado em que atua. Já faz algum tempo que eu queria atualizar meu logotipo e identidade visual, mas sempre que eu ia trabalhar no meu projeto algum cliente acabava pedindo algo novo, então as minhas coisas iam ficando…ficando para depois.

Meus cartões antigos tinham acabado e quando algum cliente pedia meu contato, eu tinha de anotar em um pedaço de papel sem logotipo, sem identidade visual, sem nada que a pessoa depois pudesse lembrar sobre eu e meu trabalho. Casa de ferreiro espeto de pau, mas como assim? Certamente algo terrível e inadequado, mas enfim, não dava mais para segurar, uma hora ou outra eu teria de atualizar tudo.

 

Conceito

O nome Conceber já assina meus trabalhos há um bom tempo, então, comecei a pensar em como eu representaria esse nome visualmente e que fosse algo que as pessoas pudessem lembrar.

“Do latim conceptĭo, o termo concepção refere-se à acção e ao efeito de conceber. Em biologia conceber significa a ideia da união entre duas células. Noutra acepção da palavra, concepção pode ser a faculdade de conceber, entender ou julgar algo. Nesse sentido, trata-se da percepção, da ideia, ou ainda da noção em relação a algo ou a alguém. Por outro lado, enquanto sinónimo de elaboração, este termo também se pode referir à criação de um plano ou projecto.”

Partindo dessa linha de raciocínio defini que meu logotipo seria mais tipográfico, mas que de certa forma deveria conter algum detalhe para reforçar o conceito de concepção. Comecei a pesquisar algumas fontes e depois de escolher a que seria “agraciada”, fiz uma análise visualmente mais minuciosa, o que permitiu identificar que a letra ( b ), devido ao seu formato, oferecia uma possibilidade para trabalhar criativamente reforçando a ideia que eu desejava transmitir através do logotipo.

 

Tipografia

Existem tipografias que apresentam uma grande variedade de tipos, já outras, acabam tendo certas limitações em suas famílias. Escolhi a Euphemia. Só havia um pequeno detalhe: a fonte que eu tinha escolhido não era bold e eu não havia me dado conta disso. De certa forma isso poderia atrapalhar devido a tipografia não ficar visualmente “encorpada”, o que não daria volume ao logotipo. Como eu resolveria? Bem, tinha três soluções possíveis.

A primeira e a mais óbvia era procurar se a tipografia existia na versão bold para comprar a família completa, a segunda era tomando a tipografia original como referência e moldá-la conforme minha necessidade e a terceira que foi a que optei, colocar um contorno engrossando assim a espessura das letras onde fiz alguns testes para detectar a melhor para esse caso.

 

 

 

 

 

 

Resolvido a questão da espessura das letras, comecei a trabalhar na letra ( b ) esboçando algo próximo do que eu imaginava o que me levou a modificar um pouco a forma da letra para parecer mais com uma barriga de grávida e já pensando também no posicionamento que a letra ( i ) ocuparia dentro da barriga do ( b ). A letra ( i ), simboliza a “ideia” se desenvolvendo para “nascer”,  também simboliza as pessoas que executam os processos envolvidos por trás de cada trabalho.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Então temos a letra ( i ) vista da seguinte forma:

A – “ i Executivo”, que simboliza planejamento e gerenciamento;

B – “ i Sherlock Holmes”, que simboliza a investigação e levantamento das informações para conhecermos melhor as necessidades de cada cliente e nortear os projetos buscando melhores resultados;

C – “ i Pensador”, que simboliza a equipe ou profissional responsável, pensando nas ideias para o projeto, pois nada está ali por acaso;

D – “ i Einstein”, que simboliza  a genialidade por trás de cada projeto.

 

 

 

 

 

 

 

 

Projeto do logotipo

Após ter definido o conceito da letra ( b ) e da sua importância como elemento visual no logotipo, parti para o projeto em si e todos os outros elementos que compõem a identidade visual. A letra ( i ) foi cuidadosamente estudada para que pudesse ficar o mais equilibrada possível dentro da “barriga” da letra  ( b ) para remeter a um “bebê/ideia” que está sendo desenvolvida para nascer. Abaixo o projeto do logotipo e as assinaturas  vertical e horizontal.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Logotipo nas versões negativo, positivo e tons de cinza.

Essas versões de aplicação do logotipo são básicas e servem nos casos em que o logotipo por motivos técnicos não possa ser reproduzido nas cores originais conforme sua identidade visual.

 

 

 

 

 

 

Forma: retângulos e quadrados

Toda a forma possui um significado psicológico que se bem explorado na comunicação (neste caso no logotipo e identidade visual), transmitem significados. No caso do logotipo Conceber, temos o formato retangular para transmitir estabilidade, familiaridade, confiança, ordem, paz, solidez, igualdade, uniformidade, resistência, equilíbrio, confiabilidade, potência, eficiência, profissionalismo.

 

 

 

 

 

 

 

 

Redução

Após o projeto do logotipo estar finalizado, se faz necessário verificar qual é o tamanho ideal para aplicá-lo reduzido em alguns tipos de materiais quando se fizer necessário sem que isso venha a prejudicar a legibilidade de sua leitura. Para isso, imprime-se o logotipo em tamanhos diferentes e testa-se aplicando-o nos materiais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Paleta de cores

As cores escolhidas foram o azul, amarelo, tons de cinza e preto que é a cor que não pode faltar em minha opinião em nenhuma identidade visual, principalmente por causa da reprodução de textos que deve sempre ser feito na cor preta para evitar dificuldades na hora de casar as cores durante o processo de impressão offset em CMYK.

O azul: ajuda a baixar a pressão arterial, acalma e traz clareza mental, ternura, afetuosidade, paz de espírito e segurança, reduz o stress e a ansiedade, promovendo a saúde emocional, atividades intelectuais e a meditação, sinceridade, confiança e tranquilidade, favorece a compreensão, raciocínio lógico, a amabilidade, serenidade. É muito indicado para acalmas a energia dos quartos de crianças e adultos hiperativos. Preferida por adultos, demonstra uma certa maturidade.

O amarelo: leveza, descontração, otimismo, criatividade, jovialidade, alegria. calor, ilumina, descontração, opulência, prosperidade, otimismo, verão, calor, vivacidade, alegria, desprendimento, leveza, desinibição, brilho e espirituosidade, constrói confiança, dá poder de persuasão, energia e inteligência, rejuvenesce e traz charme, luz para a solução de problemas, criatividade, ideias, conhecimento, alegria, juventude. Cor luminosa por excelência que atrai a atenção seja sozinho ou em conjunto com outras cores.

O cinza: estabilidade, sucesso e qualidade, equilíbrio e flexibilidade por ser o equilíbrio entre o preto e o branco, neutralidade.

O preto: introspecção, auto-análise, dignidade, poder, sobriedade, hombridade, transmitindo a sensação de luxo , sofisticação, elegância, nobreza, distinção, cor preponderantemente masculina.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Elementos visuais que compõem a identidade visual

A letra ( i )

Foi pensada para simbolizar “ideia”, pessoas, ser explorada estrategicamente na comunicação como um símbolo de exclamação e interrogação, além de servir como grafismo para a identidade visual.

 

 

 

 

 

 

Balões

Foram pensados para representar a comunicação entre pessoas, além de também poderem ser explorados como grafismo na identidade visual.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Estudo de identidade visual

Esta é uma etapa em que costumo anotar tudo o que me vem a cabeça, sejam grandes ou pequenos detalhes, mas que ajudarão na criação da identidade visual e até mesmo muitas vezes servirão para outras ideias em novos projetos. Comecei a estudar o posicionamento de cada elemento dentro da identidade visual.

Aqui vemos alguns estudos que fiz a lápis antes de partir para o computador. Só lembrando que são estudos apenas para ter uma visão de como se comportarão os elementos visuais posicionados na identidade visual, por isso, nesta etapa não me preocupo em criar esboços de alta qualidade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Grids 

Aplicação de grid no cartão de visitas para posicionar organizadamente cada elemento conforme sua necessidade hierarquica.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aplicação do logotipo na identidade visual

O ideal é que o logotipo ao menos esteja aplicado nas peças básicas da identidade visual.  A identidade visual básica deve conter cartão de visita, envelope saco grande, envelope ofício, folha ofício timbrada tamanho padrão A4. Pode ainda ter assinatura de e-mail, cartão de visita virtual e outras peças conforme a necessidade da empresa.

 

 

 

 

 

Obs.: Os trabalhos aqui postados que pertencem a Conceber Design Gráfico, estão protegidos por registro válido em diversos países, não podendo ser copiados ou usados sem autorização.

Bem, é isso pessoal. Espero que tenham gostado do post.

Até o próximo.

Willys

Deixe uma resposta