Design gráfico do calendário 2018 do Guapecas tema: Animais Especiais

Mais um ano se encerrando e o pessoal já se preparando para o que 2018 vai trazer. Como de costume a presidente do Guapecas de Joinville/SC – Francine Bert, solicitou-me que eu providenciasse o novo design do calendário 2018 cujo tema é:” Animais Especiais”. Sou suspeito de falar de animais, pois também tenho uma cadelinha chamada Pitz que amo de paixão e que acidentalmente acabou se tornando um desses animais especiais.

Faço esse trabalho de forma voluntária para ajudar a equipe do Guapecas a proporcionar com a arrecadação da venda do calendário uma qualidade de vida para esse animais que em muitos casos vem da rua e até mesmo abandonados pelos próprios donos sem o menor remorso.

Alguns meses atrás, eu estudava para um concurso público quando a bagunceira da dona Pitz queria brincar a todo custo e ficava me azucrinando correndo sem parar de um lado para o outro da cama enquanto resmungava como de costume. Repentinamente ela embala um pulo verticalmente tentando subir na cama, mas acaba caindo com o traseiro no chão. Infelizmente essa “arte” acarretou em fraturas nas vértebras e uma gravíssima lesão de grau cinco que comprimiu os nervos da coluna.

Hoje após a cirurgia da coluna feita em Joinville pelo Dr. Roberto Nomura, excelente cirurgião especializado nesse tipo de trauma que conheci através da presidente do Guapecas, Francine Bert, mais os cuidados da médica veterinária Dra Eloane Zotti que trata a Pitz desde filhote e das seções de fisioterapia realizadas pelo Dr. Lucas Biachini (ambos os dois últimos atendem em Florianópolis/SC) a Pitz leva uma vida com qualidade e uma carreira de bagunças, resmungos e as teimas…rsrs. Hoje ela tem a cadeirinha de fisioterapia que é 4 X 4 para enfrentar todos os tipos de terrenos quando saímos passear.

Abaixo duas fotos da figura como sempre fazendo caras e bocas que capturei esse dias e resolvi compartilhar. A cama não para arrumada. Uma observação sobre as fotos: Note que postei duas fotos sendo cada uma repedida duas vezes. Fiz isso para que você perceba a diferença entre as tonalidades das fotos, ou seja, a primeira foi tirada sem ajustar a câmera e por isso ficou super exposta (clara demais), já a segunda, fiz um processo básico de tratamento fotográfico no photoshop onde as cores foram corrigidas para a tonalidade certa, mas isso, já é assunto para outro post.

 

 

 

Pitz, a minha cadelinha posando de modelo (só quando quer lógico rsrs)

 

 

Bem agora sim vamos ao calendário 2018. Como o tema escolhido é “Animais Especiais” procurei trabalhar com características da personalidade que cada animal tem, por isso explorei as formas, fundos e cores relacionando esses detalhes entre si. Muitos dos detalhes foram feitos quase que artesanalmente. Vejam como ficaram as lâminas do calendário 2018. Lembrando que é um trabalho voluntário onde o único ganho para as pessoas envolvidas é fazer o bem aos animais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Bem, é isso pessoal. Espero que tenham gostado do post.

Até o próximo.

Willys

Deixe uma resposta